Apresentação de Maria - Congregação Internacional

Imprimir

“Em tudo a vontade de Deus” - Apresentação de Maria em Portugal

Maria Rivier tinha profetizado: “As minhas filhas atravessarão os mares…”

Leontina Trindade de Ornelas e Vasconcelos conheceu a Congregação da Apresentação de Maria na Suíça e não só sintoniza com o carisma que Deus tinha inspirado a Maria Rivier, como considera que esta família religiosa exerceria uma ação eficaz junto dos pobres da sua terra – a pérola do Atlântico, como seria mais um instrumento de evangelização deste meio.

Leontina, logo que se torna religiosa da Apresentação de Maria, com o nome de Irmã Maria da Santíssima Trindade, expõe à Superiora Geral, Madre Santa Honorina o projeto que lhe parece ser da vontade de Deus: “Uma fundação na Madeira.”

Como se sentisse alguma hesitação da parte da responsável e querendo realizar “em tudo a vontade de Deus”, há que pedir um sinal ao céu: “Minha reverenda Madre, se Nosso Senhor vos enviar vinte vocações portuguesas, considerará isso como uma prova evidente de que Ele quer esta fundação?”

A Madre sorriu, pensando que levaria alguns anos, pois Leontina era a primeira religiosa portuguesa a entrar na Congregação e conhecera esta na Suíça. Se em Portugal se desconhecia a Apresentação de Maria, a Irmã Trindade vai dedicar-se a esta tarefa com uma enorme diligência. Aproveita umas férias da Páscoa para dar a conhecer a Congregação e as jovens começam a manifestar desejo de abraçar a vida religiosa neste carisma.

1921 é a data da profissão religiosa de Leontina.

1925, não são vinte, mas 33 as candidatas a religiosas da Apresentação de Maria.

O sinal divino estava dado.

1925 é o ano da graça que marca a fundação da Apresentação de Maria em Portugal, no Funchal, Madeira. A Irmã Maria da Santíssima Trindade é a fundadora da primeira comunidade, com mais quatro Irmãs. Apenas um ano depois já eram doze Irmãs no Lactário.

1926 – Fundação do Colégio da Apresentação de Maria – Madeira.

1928 – Fundação da Escola de Gaula.

1935 – Fundação da Escola dos Prazeres e da Obra de Proteção à Rapariga, no Funchal.

1938 – da Madeira para Setúbal. Estando alicerçada a Apresentação de Maria, na Madeira e continuando Deus a chamar jovens à consagração nesta família religiosa é interpretado como um sinal da vontade de Deus a ir mais além…

1938 – Fundação do Colégio da Apresentação de Maria – Setúbal.

1940 – Fundação de uma comunidade para servir os pobres da cidade: “Asilo da Infância Desvalida” hoje: “Casa de Nossa Senhora da Saúde.”

1941 – 1944 – A expansão da Apresentação de Maria em Portugal, continua a consolidar-se.

v  Fundação do Noviciado – Quinta da Boa Vista – Setúbal.

v  Reconhecimento da personalidade jurídica da Província portuguesa da Apresentação de Maria - só reconhecida canonicamente em 1948, quando a Congregação foi dividida em Províncias.

v  Os mares continuam a ser atravessados: Obra Missionária em Moçambique.

1943 – A Congregação expande-se para Lisboa – Instituto de São Pedro de Alcântara.

1949 – Fundação de uma comunidade em Fátima.

1955 – Fundação de uma comunidade em Cernache do Bonjardim

A expansão foi acontecendo ao ritmo inspirado por Deus: 1973 foi a vez de Alferrarede contar com a presença das Irmãs, em 1975 o Tramagal – ambas no Concelho de Abrantes. Em 1988 chegam à diocese de Aveiro e em 1995 – a Samora Correia.

Brasil – depois de Moçambique, havia outros mares por explorar e em 1986 as Irmãs chegaram ao Brasil.

“Enquanto houver um canto da terra em que Jesus Cristo não seja amado e conhecido, não podemos ficar tranquilas… “ Maria Rivier 

Agenda 2013

em actualização

Publicações

...

Contactos

Morada: Quinta da Boa Vista
Baixa de Palmela
Apartado 365
2901-901 SETÚBAL 
Tef. 265 54 12 50
Email:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.