Apresentação de Maria - Congregação Internacional

Imprimir

Seduziste-me Senhor, e eu deixei-me seduzir!

Seduziste-me Senhor, e eu deixei-me seduzir! Jr 20,7

Em cada história de chamamento há a iniciativa de Deus e a resposta daquele que se deixa encantar por este Deus Amor. Foi assim que aconteceu comigo.

Quando adolescente senti fortemente o apelo de Jesus a segui-Lo mais de perto. Os anos iam passando e este desejo secreto invadia cada vez mais o meu ser. Queria partir… para as missões, estar com os mais frágeis deste mundo, dar a vida por Jesus… Mas não sabia, como? Quando? E onde? Um turbilhão de ideias invadia o meu espírito: religiosa? Missionária? Não descortinava…

 

Mais tarde, já no liceu, comecei a projectar o meu futuro, fazer a minha vida, tirar o curso, ser feliz, como tantos dos meus colegas, sem necessariamente ter Deus a comandar os meus passos.

A certa altura fui surpreendida pela seguinte frase: Aquele que põe a mão no arado e olha para trás não é digno de mim”,Lc 9, 62, Esta Palavra de Deus caiu em mim como um raio, e fez tanto eco dentro de mim, que não conseguia perceber o que se estava a passar. Dei comigo a lutar, sem saber o que fazer… que caminho seguir... e perguntava: Senhor que queres de mim? Ajuda-me! Era o meu grito no meio da noite… A dúvida apoderou-se do meu ser, como uma nuvem espessa que me impedia de reflectir, de ver… Este tempo foi duro de viver, queria ver… sentir… ter respostas concretas… E, nada!

Os dezoito anos eram chegados! Quem me conhecia ia percebendo que não estava bem…Mas como diz o ditado: Deus não dorme. Num determinado momento, alguém me convidou a visitar a casa das Irmãs da Apresentação de Maria, e fui, totalmente desinteressada, como turista, sem pensar muito no que estava a fazer. Tudo naquela casa me falava de Deus, a natureza, os corredores, as irmãs, enfim, alguma coisa estava a acontecer… Permaneci ali dois, três dias não me recordo bem, só sei que, quando entrei na capelinha do noviciado, algo de extraordinário aconteceu dentro de mim, que até hoje, não sei explicar. Aquele espaço gritou mais alto que a “minha noite” e fez-se luz, presença, serenidade, paz. Era Deus que estava ali, estava tão presente que foi mais forte que tudo o resto. A emoção foi tão grande, que fiz um enorme esforço para conter as lágrimas… Diante de mim estava a loucura do amor de Deus, e o desejo que tinha de entregar-Lhe a vida. Num ímpeto de amor, dei o meu sim. A nove de Novembro, do mesmo ano, iniciava o meu postulantado no noviciado da Apresentação de Maria. Que magnífico e extraordinário, dar o meu sim no Sim de Alguém que me ama desde sempre… tu a Tu… Era muito especial! As dúvidas tinham-se desvanecido.

O Carisma da Congregação encantava-me, a espiritualidade centrada no Espírito de Jesus Cristo fascinava-me. Maria Rivier a mulher de fogo inspirava-me, o seu grande amor pelos pobres, clarificava o meu desejo de estar com os pequeninos deste mundo. O zelo para anunciar Jesus Cristo: enquanto houver um canto de terra onde Jesus Cristo não seja conhecido e amado não podemos ficar tranquilas (Maria Rivier) - confirmaram a minha adesão ao Senhor e a minha consagração inequívoca ao Deus Amor. Aos vinte e um anos fazia a minha primeira profissão Religiosa. Como dizia Maria Rivier: « Amo esta vocação! Amo-a como ao paraíso!»

Jesus Chamou-me: Segue-me, Mc 2,14 e seguindo-O, Ele me envia: vai!, (Mt 28,19) vai realizar esta missão com os mais frágeis deste mundo, não em terra de missão «ad gentes», como sonhava, mas nas comunidades das Irmãs da Apresentação de Maria, em Portugal, concretamente em Lisboa e posteriormente na Casa de Nossa Senhora da Saúde, em Setúbal. Hoje, posso afirmar com todas as minhas forças: «É um doce paraíso estar com Jesus», como exclamava Maria Rivier; e continuo a alimentar o ideal de «ser um Evangelho aberto onde todos possam ler Jesus Cristo» Maria Rivier. Em cada desafio que me é dado viver cada manhã, no silêncio do meu coração digo: Tu me conheces, Senhor! …Guia-me pelo caminho da eternidade! Sl 138.

Irmã Rita Pestana p.m.

Agenda 2013

em actualização

Publicações

...

Contactos

Morada: Quinta da Boa Vista
Baixa de Palmela
Apartado 365
2901-901 SETÚBAL 
Tef. 265 54 12 50
Email:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.