Apresentação de Maria - Congregação Internacional

Imprimir

Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi. (Jo 15, 16)

Sou a mais nova da família, como dizemos no Brasil, a caçulinha. Hoje tenho quatro irmãos e uma irmã, os quais eu amo e admiro muito na sua pessoa e a vivência cristã de cada um. Nasci no seio de uma família católica, simples e humilde. Meus pais desde pequena me ensinaram os valores cristãos e, sobretudo a amar a Deus. Não tinham muito estudo, mas as orações, o Rosário, e a Santa Missa eram indispensáveis. Diziam muitas vezes que “na vida há tempo para tudo e acima de tudo o tempo de Deus”. E foi nesse ambiente que senti crescer em mim esse chamado de Deus. Frequentei a Catequese, Grupo de Jovem, mas a confirmação do meu chamado recebi na Renovação Católica Carismática onde participei durante dez anos.

 Conheci as Irmãs da Apresentação de Maria na Paróquia em que dois dos meus irmãos frequentavam. Fiz uma experiência com elas e me cativou muito a pessoa de Maria Rivier e o amor preferencial pelos pobres. Fiquei encantada de ver o zelo que ela tinha, e percebi que ela continuava viva nas suas filhas vivendo o mesmo ideal de vida.  Depois de um acompanhamento, entrei na Congregação, a qual passei a amar principalmente por trazer o nome de Nossa Senhora por quem tenho muito amor, devoção e confiança. Também aprendi mais sobre a pessoa da Madre Rivier e sou grata pela sua profecia ter se cumprido: “Um dia as minhas filhas atravessarão os mares”! E um dia chegaram até o nosso querido Brasil.

Quando olho para meu caminho vocacional, sempre me recordo desta frase bíblica. O Senhor, com certeza tinha outras jovens com mais capacidade do que eu para servi-Lo, mas Ele quis a mim, com as minhas limitações. A vocação é um Dom de Deus! Ele dá para quem quer e da maneira que quer. Cada pessoa é única no seu chamado.  É um mistério, um mistério de amor que Ele vai construindo no nosso dia a dia. Também é graça, pois somente a graça de Deus é que nos sustenta e nunca nos falta nos momentos em que mais precisamos. Aí ela nos vem sempre em nosso auxílio. Por isso sou grata ao Senhor por ter olhado para mim e me ter escolhido. Peço cada dia que Ele me conceda a graça da fidelidade para poder continuar a escrever a história da minha vocação e de poder dá-Lo a conhecer e a amar em todos os lugares onde Ele me mandar.

Hoje se passaram onze anos, e neste mês comemoro um ano de votos perpétuos. Escolhi esta data porque tenho a certeza da intercessão de Nossa Senhora na minha história vocacional. Sempre me confio a Ela, para que me guarde e me proteja no seu olhar de Mãe.

Obrigado Jesus por um dia ter voltado o Seu olhar para mim e ter me escolhido.

 Ir.Terezinha Nogueira da Silva,pm. 

 

Agenda 2013

em actualização

Publicações

...

Contactos

Morada: Quinta da Boa Vista
Baixa de Palmela
Apartado 365
2901-901 SETÚBAL 
Tef. 265 54 12 50
Email:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.